domingo, 10 de março de 2013

"Tudo que vai... Deixa o gosto, deixa as fotos. Quanto tempo faz? Deixa os dedos, deixa a memória. Eu nem me lembro mais... Fica o gosto, ficam as fotos. Quanto tempo faz? Ficam os dedos, fica a memória... Eu nem me lembro mais!" (Tudo que vai - Dado Villa-Lobos, Alvin L., Tony Platão)



Hoje eu tentei te buscar em minha memória. Vasculhei a gaveta onde eu escondo os arquivos que eu jurei nunca mais abri-los e você não estava lá.


Achei que você pudesse estar entre as lembranças dos livros que eu li, mas nenhum deles contavam sobre a nossa história.


Levantei o tapete na esperança de que ao menos aquelas brigas e palavras que nos machucaram tanto estivessem ali, escondidas no local que as deixamos. E nada!

Lembrei-me das tantas juras que mandei fazer moldura para pendurá-las ali, naquela parede azul da sala de jantar. Os quadros continuavam no mesmo lugar, mas estavam todos vazios, sem juras ou promessas. Todos em branco.

Liguei o rádio para ouvir a nossa canção e, quem sabe, a sua voz cantando em meus ouvidos, mas todas as músicas eram novas e eu desconhecia as letras.

Abri então o armário, pois sabia que de lá sairia o seu cheiro, que exalava das roupas que você tinha deixado pra buscar depois... Mas só senti o cheiro de mofo de um armário vazio.

Procurei desesperadamente aquele nosso álbum e nas fotos você já não estava ao meu lado.

Subi as escadas e te busquei na varanda, que tinha vista para aquele horizonte tão cheio dos nossos planos e sonhos... Lembra?

Mas o que eu avistei foi um futuro sem você.

Deitei, então, na cama que tanto acalentou nossos corpos, mas só senti o frio cortante da solidão.

Desisti de te buscar.

Descobri que o tempo chegou primeiro e te levou de mudança para um lugar que eu não posso visitar. Tempo que apagou você em mim e deixou em seu lugar o vazio de uma saudade esquisita, que ora chega sem avisar, ora parece me matar. Como uma ventania que invade e mexe. E passa.

Como sempre... passa!

Mas que insiste em doer ao passar por mim.

4 comentários:

...lilikáh... disse...

Nossa perfeiitoo '

Anônimo disse...

quanto sentimento!!!!!!
Ana Cau

Anônimo disse...

Você é muito boa nisso!

suellen disse...

Nossa, profundo jak jak!! Adorei!